Placas do Mercosul: obrigatórias só para veículos novos e transferidos

Os atuais donos de veículos não serão obrigados a trocar as placas pelo novo modelo adotado no Mercosul. A resolução 729 do Contran, que está sendo revista, obrigava a troca até o final de 2023.

A afirmação foi feita pelo presidente do Denatran, Maurício Pereira esta semana. A nova resolução deverá ser discutida pelo Contran no dia 10 de maio. Ela vai tornar a nova placa obrigatória apenas nas transferências de veículos usados e na compra de carros novos.

Como será

A placa terá itens de segurança que permitirão a rastreabilidade dos carros. Isso por meio de QR code e chip, impedindo também a clonagem.

Apesar disso, Pereira disse que a nova placa terá um valor menor que a antiga, que hoje custa entre R$ 150 e R$ 200 o par de placas.

Carla Araújo, empresária do setor de fabricação de placas, disse que a nova placa terá custos novos, mas que os preços referidos pelo deputado não são os praticados pelo setor.

“A tendência dos produtos quando é feito um investimento, uma mudança, é aumentar. Mas para não aumentar o custo para o consumidor, o Denatran tem colocado, inclusive dentro da (resolução) 729, que quer excluir os atravessadores. Porque hoje estas placas são vendidas por este preço, mas não é no fabricante, não é no estampador. Ela é vendida a esse preço por atravessadores, que são despachantes, que são concessionárias, principalmente de veículos novos”, explicou Carla Araújo.


FêNêMê vai voltar elétrico! Será?

CLÁSSICO VOLTA MODERNO E ELÉTRICO

TRP customiza carreta para transportar peças pelo Brasil

CARRETA CUSTOMIZADA TRP

Quais são os caminhões mais vendidos do Brasil?

VOLVO FH540 É O MAIS VENDIDO

Mercedes vende primeiro caminhão pelo sistema online

CAMINHÃO VENDIDO PELA INTERNET

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.