O sistema de iluminação do caminhão é um fator essencial e obrigatório, que impacta diretamente na segurança do caminhoneiro. Inclusive, alguns modelos de caminhão trazem consigo lanternas em diferentes localizações, até mesmo no teto. Mas, será que farol de milha no teto pode? O que diz a lei sobre isso?

Se esta também é sua dúvida, continue sua leitura e descubra o que diz a Lei sobre a presença de farol no teto de caminhões.

Farol de milha no teto pode?

Existem alguns acessórios que os motoristas incorporam aos modelos de caminhão para incrementar seu visual, bem como facilitar a rotina de quem trabalha dentro de uma boleia.

Contudo, é importante ficar atento, pois dependendo do caso, existem acessórios que são proibidos por Lei e podem gerar multas. Em relação a faróis no teto do caminhão muito se discuto se esta opção é ou não permitida. Afinal, farol de milha no teto pode?

O que diz a Lei?

A Resolução nº667 do Contran, publicada em 2017, mas que entrou em vigor somente em 2021, definiu uma serie de mudanças e normas técnicas envolvendo o sistema de sinalização e iluminação de veículos, entre eles os caminhões.

Segundo esta resolução, os modelos produzidos a partir de 2021, devem vir equipados com luz de circulação diurna. Além disso, a resolução ainda determina que cada veiculo pode ter até 8 faróis instalados e funcionando simultaneamente, independentemente da sua finalidade.

Ou seja, em outras palavras, farol de milha no teto pode, desde que presentes em veículos de fábrica.

Marcas como a Scania e DAF apresentaram sua nova geração de caminhões já com esse novo visual, trazendo luzes no alto do teto. Inclusive, esta é uma novidade que tem sido bem aceita pelos motoristas por melhorar a visibilidade durante a condução.

Pode-se instalar farol de milha no teto em outros veículos?

Para quem está pensando em adicionar esse acessório ao sistema de iluminação do seu caminhão é bom ficar atento. Isso porque, conforme traz a Resolução nº667 do Contran, o farol de milha no teto pode, mas apenas se vier de fábrica.

A adição desse recurso extra pode incorrer em infração grave, com pagamento de multa no valor de R$195,23 e perda de 5 pontos na carteira. Além disso, também ocorrerá a apreensão do veículo até que o mesmo fique regular. Estas medidas estão previstas no artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro.

E, assim como o farol de milha no teto, também pode-se usar outros acessórios para caminhão, sendo estes de fábrica ou não, desde que não comprometam a segurança no trânsito e nem do caminhoneiro.

De todo modo, é importante ressaltar que, caso pretenda inserir algum acessório de iluminação ou para outros fins no seu caminhão, que verifique o Código de Trânsito Brasileiro e veja o que ele diz sobre o assunto.

Dessa forma, você terá condições de incluir recursos para otimizar o desempenho e funcionalidade do seu caminhão, mas sem sofrer multas, pois usará itens seguros e liberados por Lei.

Conclusão

Agora que você já sabe que farol de milha no teto pode e que existe amparo legal para isso, não esqueça de obedecer às regras quanto ao uso deste acessório para evitar multas ou até ter seu veículo apreendido.

Gostou do post? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Comente abaixo! Aproveite para compartilhar esse post também nas redes sociais e esclarecer a dúvida de mais pessoas sobre o assunto!

REDAÇÃO PLANETA CAMINHÃO


Raízen terá frota de 210 caminhões Volvo FH e FMX

Ações de empresas de ônibus para o combate a Covid-19 são divulgadas pela Mercedes-Benz

Foton Motors lança novo pesado em comemoração aos 10 milhões de unidades vendidas

Gigante da Ford desaparecido há 40 anos é reencontrado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.