A CNH Industrial anunciou na última semana a intenção de firmar uma parceria estratégica e exclusiva para caminhões pesados com a Nikola Corporation. O objetivo da empresa é acelerar a transformação da indústria de caminhões pesados à emissão zero de poluentes na América do Norte e Europa, com o uso da tecnologia de células de combustível.

CNH Industrial
Nikola TWO

A proposta da CNH é assumir uma participação estratégica de US$ 250 milhões na Nikola, como principal investidora da “Série D”, rodada de negócios realizada pela empresa norte-americana, para capitalizar investimentos e parcerias. Desse total, seriam US$ 100 milhões em dinheiro e US$ 150 milhões em serviços, como o desenvolvimento de produtos, engenharia de fabricação e outras assistências, além do fornecimento de componentes chave, que acelerarão o cronograma de produção do Nikola TWO e Nikola TRE.

Nikola TRE

A Nikola prevê levantar mais de US$ 1 bilhão na “rodada D”, concedendo aproximadamente 25% de propriedade a novos investidores e parceiros de negócios.

Os caminhões pesados de emissão zero da Nikola são alimentados por células próprias de hidrogênio e tecnologia de baterias. A empresa pretende apresentar um modelo de negócios diferente. O veículo é adquirido num sistema de locação com tudo incluso. Nisto estão previstos serviços de manutenção e combustível.

O que acontece agora?

A partir da conclusão da parceria, a Iveco e a FPT Industrial, marcas de veículos comerciais e de trem de força da CNH Industrial, respectivamente, ajudarão nos conhecimentos de engenharia e fabricação para industrializar os caminhões elétricos de célula de combustível e bateria da Nikola.

Já a parte da Nikola no acordo, é contribuir com tecnologia para uma parceria europeia com a CNH Industrial, que incluirá a especialização em células de combustíveis, eixos eletrônicos, inversores, suspensão independente, armazenamento de hidrogênio a bordo, protocolos de comunicação veículo-base, eletrônica de potência, entre outros pontos tecnológicos.

Próximo passo tecnológico

A tecnologia de células de combustível é o próximo passo lógico para os motores movidos a gás natural (GNV), tecnologia dominada pela FPT Industrial. Há mais de duas décadas trabalhando em soluções alternativas de motorização, a empresa já produziu cerca de 50 mil motores movidos a gás natural até o momento.

Da mesma forma, a Iveco é líder em veículos a gás natural no mercado europeu, com cerca de 28 mil caminhões e ônibus movidos através do combustível, com motores da FPT.

“O foco crescente no reconhecimento de que é necessário haver reduções fundamentais nas emissões automotivas está levando nossa indústria a buscar rapidamente soluções tecnológicas avançadas. A Iveco está agora idealmente posicionada para oferecer aos clientes uma gama ainda mais ampla de soluções de transporte, incluindo veículos movidos a gás natural, elétrico e a célula de combustível”, afirmou Hubertus Mühlhäuser, CEO da CNH Industrial. “A escolha da Nikola, em ter a Iveco como seu parceiro estratégico é uma prova da nossa excelência reconhecida internacionalmente em caminhões pesados e tecnologias alternativas de trem de força.”

VEJA MAIS: Alta tecnologia para conseguir emissão zero, conheça os caminhões Nikola

Com esse conhecimento, a CNH e a Nikola pretendem, a curto prazo, a industrialização do Nikola TWO, movido a célula combustível, para o mercado norte americano. Além disso, a empresa pretende integrar a tecnologia Iveco S-Way ao modelo Nikola TRE, para o mercado europeu.

“Chegou a hora de finalmente fornecer uma solução de emissão zero para o mercado de caminhões pesados. Enquanto outros acreditam que as soluções de emissão zero não podem acontecer no prazo estipulado pelos reguladores, Nikola, FPT Industrial e Iveco estão provando que esses prazos não são razoáveis”, disse Trevor Milton, CEO da Nikola Corporation. “A Nikola possui a tecnologia, mas precisa de um parceiro com uma rede europeia para alcançá-la em tempo hábil. Com o investimento e a parceria da CNH Industrial, agora podemos trazer caminhões de emissão zero para a Europa. É emocionante ver a Iveco liderando o fornecimento de soluções de emissão zero na Europa por meio de sua parceria com a Nikola. Ao trazer a CNH Industrial a bordo, agora temos acesso ao know-how de fabricação, poder de compra, peças de caminhão validadas, engenharia de fábrica e muito mais”, finalizou.


Marca chinesa pode assumir fábrica da Ford em São Bernardo do Campo

NOVO INTERESSADO

Sest Senat anuncia a inauguração de duas novas unidades

NOVAS UNIDADES

Artur Nogueira recebe seu primeiro Truck Fest de arrancada

ARRANCADA EM ARTUR NOGUEIRA

Venda de bebidas alcoólicas é liberada em pontos de descanso

PROPOSTA POLÊMICA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.