A Volkswagen Caminhões e Ônibus se reuniu com jornalistas do setor nesta quarta-feira (04) para apresentar o balanço anual da empresa e falar um pouco sobre os trabalhos que estão em pauta para 2020.

Balanço informou investimentos na VW

No evento, o presidente da Volkswagen Caminhões e Ônibus, Roberto Cortes, anunciou que o ano de 2019 apresentou um crescimento de 32,3% nas vendas de veículos VW e Man, em relação a 2018.

Os principais destaques são o segmento de bebidas, tanto no Brasil, quanto em exportações, além do segmento de betoneiras.

Mobilidade elétrica

A montadora também anunciou o investimento de R$ 110,8 milhões para a nova fase do projeto de e-mobility, com um dos focos no e-Delivery.

Boa parte desse dinheiro será utilizado na adaptação do centro de desenvolvimento e produção da VWCO em Resende (RJ), para montagem do e-Delivery e para pesquisa, desenvolvimento e lançamento do caminhão.

e-Delivery entrou no balanço da VW

Até o fim de 2019, 17 novos e-Delivery participarão de testes para validação e avaliação de engenharia, com o objetivo de viabilizar a homologação e início da produção dos veículos, com previsão para o segundo semestre de 2020.

Os testes serão realizados no campo de provas da montadora, onde engenheiros especializados da marca conduzem simulações que permitem agilizar o resultado das avaliações. Com um projeto altamente eficiente e a expertise dos profissionais da VWCO, a pista pode representar, em um período de seis meses, o equivalente a dez anos de condições normais de rodagem.

“Estamos muito avançados no desenvolvimento do nosso portfólio elétrico. Alcançamos uma grande maturidade com o conceito modular para elétricos, o que vai nos possibilitar entregar o desempenho operacional exigido pelos nossos clientes. A fase agora foca na validação estrutural, de durabilidade e outros requisitos funcionais para, então, expandirmos nossos testes em parceria com clientes”, explica Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

Além dos esforços para incrementar o trabalho com mobilidade elétrica, Cortes também afirmou que, em 2020, a linha de produção da Volkswagen apresentará novidades, mas desconversou ao ser questionado sobre quais seriam.


Venda de bebidas alcoólicas é liberada em pontos de descanso

Lei proíbe tráfego de cargas perigosas em serra de Joinville

TRÁFEGO RESTRITO


Atego tem crescimento de vendas em Pernambuco

VENDAS DO ATEGO CRESCEM

PIB cresce no terceiro trimestre de 2019, mas transporte retrai

ESTUDO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.