A concessão da BR-101/SC, primeiro leilão de rodovias do ano, foi arrematada, nesta sexta-feira (21), pela CCR S.A. O grupo venceu no trecho entre os municípios de Paulo Lopes (SC) e a divisa com o estado do Rio Grande do Sul, e vai administrar a rodovia por um período de 30 anos. O valor da tarifa pedágio da empresa vencedora foi de R$ R$ 1,97, o que representa deságio de 62% em relação à tarifa-teto, que foi de R$ 5,19. O grupo vai operar um trecho de 220 km e terá que fazer investimentos da ordem de R$ 7,4 bilhões.

A primeira proposta foi do Consórcio Way – 101 com uma oferta de tarifa de R$ 4,35. Em seguida a CCR S.A ofertou um lance de R$ 1,97, e, por último, foi a vez da Ecorodovias Concessões e Serviços S.A, com lance de R$ 2,51.

O grande diferencial dessa concessão são as benfeitorias previstas para os usuários, que terão maior segurança e tecnologia ao longo do trecho leiloado. O edital prevê, entre outras obras, novas vias marginais (70,3 km), novas faixas adicionais (98,3 km), melhorias de acessos (31), adequações de faixas de aceleração/desaceleração (185), pontos de ônibus – com baias (25), canalizações de tráfego (51), eliminação de conflitos frontais (218), dispositivos em desnível (5 implantações e 4 adequações), implantação de passarelas (18 unidades) e implantação de rotatórias em nível (42 unidades).

O trecho concedido engloba os municípios catarinenses de Paulo Lopes, Garopaba, Imbituba, Laguna, Pescaria Brava, Capivari de Baixo, Tubarão, Treze de Maio, Jaguaruna, Sangão, Içara, Criciúma, Maracajá, Araranguá, Sombrio, Santa Rosa do Sul e São João do Sul. Quase 4 mil empregos serão gerados com a concessão, com previsão de retorno de R$ 645 milhões aos municípios, por meio da arrecadação da alíquota de ISS (Imposto Sobre Serviços).

O leilão do trecho sul da BR-101 (SC) marca o início de uma série de concessões federais de empreendimentos de infraestrutura de transportes no estado de Santa Catarina. Ainda em 2020, serão repassados à iniciativa privada os aeroportos Ministro Victor Konder, em Navegantes (SC), e Lauro Carneiro de Loyola, em Joinville (SC), durante a 6ª rodada de concessões aeroportuárias, com leilão previsto para o 4º trimestre do ano.

Em 2021, haverá a concessão da BR-470/282/153/SC (Navegantes à divisa com o RS) e, em 2022, será a vez da BR-282/SC (entre a BR-101, em Palhoça, e o entroncamento com a BR-470, em Campos Novos).



Ford continua negociações para venda da fábrica no ABC

NEGOCIAÇÕES NA FORD

Hyundai e Allison anunciam parceria para produzir caminhões leves automáticos

PARCERIA

Pesquisa aponta que tabela de fretes afetou oferta de cargas para autônomos

OFERTA DE CARGAS


Acre ganha nova unidade do SEST SENAT em Cruzeiro do Sul

NOVA UNIDADE NO ACRE
2 Respostas para
Trecho de Santa Catarina da BR-101 é arrematado em leilão
  1. Grupo CCR vencedor da concessão. O mesmo grupo que devia ter construído a nova descida da Serra das Araras na Rodovia Presidente Dutra, previsto na concessão, mas não fez. Como um país desse pode ser levado a sério, se a empresa que não cumpre os acordos previstos em uma concessão, pode participar de outros leilões de rodovias?


[topo]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.