Seguimos com a nossa divertida e nostálgica série sobre a evolução dos motores de caminhões ao logo dos anos e a disputa dos fabricantes para ter o motor mais potente do mundo. No texto passado, estávamos em 2003 e o título de caminhão mais potente do mundo pertencia à Volvo, com seu FH com motor D16C de 16 litros e impressionantes 610 cavalos de potência, utilizando arquitetura de seis cilindros em linha.

MAIS POTENTES DE 2004

Lançamento da série R Euro 4

No começo do ano seguinte, na primavera europeia de 2004, a Scania lançava seus novos caminhões e dava início à história da Série R, com os últimos motores Euro 3 com seis cilindros em linha e V8. Com a mudança para Euro 4, na virada para 2005, a Scania surpreendeu o mercado e lançou uma versão de seu motor de 15,6 litros com impressionantes 620 cavalos de potência.

Um novo campeão do mundo

Estava destronado o Volvo de 610 cavalos e o novo rei havia subido ao trono: o Scania R620 tornou-se o caminhão mais potente do mundo naquele ano. Aquela série de caminhões veio com a opção de um câmbio manual de oito velocidades ou o Opticruise automatizado.

Estamos falando do mercado Europeu. Lá, ao contrário de seus concorrentes, a Scania manteve um terceiro pedal, ou seja, a embreagem, mesmo nos caminhões automatizados, que o motorista usou para dar partida e parar o caminhão.

A aparência externa e a forma da nova cabine da série R inspiraram-se fortemente em seu antecessor. Uma mudança crucial foi montar as cabines 70 mm mais altas para melhorar o fluxo de ar para acomodar os novos motores EGR Euro-4 que estavam para ser lançados. No Topline, o beliche superior foi movido para a parte traseira da cabine, e uma nova versão de “teto alto” chamada Highline foi introduzida, oferecendo um interior totalmente novo.

Redação Planeta Caminhão


Volvo abre sua maior concessionária no Brasil, em Itu, interior de SP

Museu American Old Trucks traz uma viagem pela história dos caminhões à Serra Gaúcha

Adeus ao bicudo: Mercedes-Benz lança edição final de despedida do Atron 1635

L-1635 ATRON: O FIM DE UMA ERA.

Uma resposta para Scania virou o jogo em 2004 com seu V8 de 620 cavalos

  1. Se esqueceram do actros 1861 com 612 cavalos que já havia superado o 610 do volvo! O mesmosim foibduplsntado pelos 620 da Scania.


[topo]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.