O setor de caminhões a gás no Brasil não está em crise. A Scania, que trouxe a solução para o país e tem apresentado seu produto para diversos clientes, acaba de ultrapassar a meta de venda de 50 unidades de seu caminhão movido a gás para diversos segmentos de transporte, em plena crise do vírus.

Os caminhões movidos a Gás Natural Veicular (GNV) e/ou biometano, estão em operação e parte deles será entregue ainda este ano para clientes de todos os tipos de tamanhos. “A crise acelerou a busca por sustentabilidade em diversos ramos da economia em todo o mundo, inclusive no Brasil. Esse cenário também impactou o setor de transporte, pois o modal rodoviário responde por grande parte da cadeia de valor das empresas que estão na dianteira da chamada recuperação verde, e nós da Scania saímos na frente ao oferecer soluções de transporte sustentáveis que apoiam estas organizações a cumprir os compromissos com a redução de emissões de gases poluentes”, afirma Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil.

Clientes importantes

Marcas como L’Oréal, PepsiCo, Unilever e Carrefour estão demandando os caminhões a gás e criando projetos com suas transportadoras para este tipo de transporte. “Os embarcadores que demandam essa alternativa ao diesel têm compromissos públicos com a sustentabilidade e o transportador sai na frente ao oferecer soluções que correspondam a esta expectativa. É aí que entra a parceria com a Scania. Nós estamos liderando esta transformação e apoiamos os clientes com soluções rentáveis que contribuem com a sustentabilidade nos âmbitos econômico, ambiental e social”, diz Barral.

Os caminhões são da nova geração da Scania e têm motor ciclo Otto, diferente dos motores a diesel. Ainda assim, segundo a fabricante, cerca de 80% dos componentes e da estrutura do motor são os mesmos dos propulsores a diesel, o que garante uma durabilidade e resistência acima do necessário.

Tudo começou na Fenatran do ano passado, em São Paulo. No evento, a Scania fez o lançamento dos caminhões a gás e, desde então, já vendeu as 50 unidades que eram sua meta. E eles estão levando a sério: “Este é um marco histórico para a Scania e para o mercado brasileiro. Sabemos que somos parte do problema das emissões de CO2 e queremos ser parte da solução. A redução das emissões de CO2 são um compromisso sério da Scania”, diz Sílvio Munhoz, diretor de Vendas de Soluções da Scania no Brasil.

A nova venda que proporcionou a chegada à meta de 50 unidades comercializadas foi feita recentemente para a transportadora TransMaroni, que arrematou 11 caminhões R 410 a gás com configuração de eixos 6×2.

“A Scania é o nosso maior parceiro no transporte. Já entrega um caminhão que consome muito menos combustível e isso, por si só, o torna mais sustentável do que os outros do mercado. Agora, trouxe o modelo a gás, que é ainda mais sustentável. Estamos crendo nesse propósito junto com a marca. Investimos nesta compra porque acreditamos no futuro”, explica Gustavo Maroni, diretor operacional na TransMaroni Transportes.

Outras vendas foram para a RN Express, que encomendou o primeiro caminhão em 2019 depois comprou mais seis. As sete carretas transportarão produtos da L’Oréal, Nestlé e da Nespresso.

A Jomed LOG também é uma cliente de caminhões a gás da Scania. Comprou cinco unidades para transportar para a L’Oréal, que inspirou outras duas transportadoras que prestam serviço para a marca francesa de cosméticos, a CCL (acaba de fechar um caminhão a gás – P 340 4×2) e a Coopercarga (SC), com uma unidade do R 410 6×2.

A Unilever terá três caminhões a gás, por meio da Transtassi (dois R 410 6X2) e da Carsten (um R 410 6X2). A conta dos 50 caminhões movidos a GNV e/ou biometano fecha com a venda já anunciada de um modelo ao Grupo Charrua (RS), e de outras três que ainda não autorizaram a divulgação do negócio.

Redação Planeta Caminhão


Novo Volvo VM betoneira 900 kg mais leve e feito com aço especial

VM BETONEIRA MAIS LEVE

Volvo FMX completa 10 anos de história e puxa até hexatrem com 250 toneladas

VOLVO FMX 10 ANOS

Renault Radiance: um show de design no conceito que já tem mais de 15 anos

RENAULT RADIANCE

Daimler e Torc Robotics preparam frota autônoma de Freightliner Cascadia

AUTOMAÇÃO NÍVEL 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.