CINTO SALVA VIDAS

Por que eu devo usar o cinto de segurança no caminhão?

O Planeta Caminhão é parceiro dos caminhoneiros e defende a segurança nas estradas. Por isso, desde o começo do nosso trabalho, levantamos a bandeira do uso do cinto de segurança SEMPRE no caminhão. Sabemos que às vezes pode ser desconfortável e fica irresistível viajar sem ele, mas nós GARANTIMOS que isso não é uma boa ideia.

CINTO DE SEGURANÇA É ITEM VITAL E VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE USAR

O cinto de segurança de três pontos é uma patente registrada da Volvo.

Veja os dez benefícios que ele traz para o caminhão:

1) Evita que os ocupantes do caminhão sejam arremessados do veículo;
2) Diminui o risco de fraturas graves;
3) Impede que você entre em choque com os componentes da cabine;
4) Proporciona uma postura correta ao motorista;
5) Aumenta a concentração ao dirigir;
6) Reduz a fadiga do motorista;
7) Evita que o motorista perca a consciência nos acidentes;
8) Protege os pedestres, evitando que sejam atingidos;
9) Previne futuros problemas de coluna;
10) Proporciona mais confiança para quem está dirigindo.

Estatísticas que provam fatos

No ano passado, o cinto salvou a vida de mais de 75% de acidentados em impactos nas rodovias do Brasil. Estudo da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) mostra que o cinto de segurança em 45%.

Perigo nas estradas

Levantamento da Polícia Rodoviária Federal no estado aponta 14.815 notificações para motoristas dirigindo nas estradas sem usar o cinto, e 4.922 passageiros na mesma situação, isto em 2014. Este ano, a PRF já flagrou 11.938 condutores sem o cinto.

Leonardo Andrade – Editor-chefe do Planeta Caminhão
leonardo@planetacaminhao.com.br


Anfavea revela balanço de 2018 e projeções para esse ano

RESULTADOS DA INDÚSTRIA

Empresas de energia paulistas recebem 100 novos caminhões VW

GRANDE VENDA DA VW

História de um ícone: o “Mercedinho” 608

O CLÁSSICO MERCEDINHO

Nova Geração Scania já tem primeiro grande cliente

NOVA GERAÇÃO SCANIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *