Estamos no meio do mês de conscientização da segurança viária, o Maio Amarelo. O movimento mundial pretende trazer ao público, através de ações pontuais, a importância de ser um agente de segurança no trânsito.

Em 2018, foram registrados 18.182 acidentes envolvendo caminhões, de acordo com o Atlas da Acidentalidade no Transporte Brasileiro. Além disso, diariamente, uma média de 5,8 pessoas morrem em ocorrências entre caminhões e veículos de classe A, como carros e motos.

Pensando nesses números, listamos cinco dos principais motivos que causam acidentes com caminhões. Dessa forma, os motoristas podem ficar precavidos e evitar se expor ao risco de um acidente.

1 – Alta velocidade

Pode parecer besteira sempre lembrar disso, mas a alta velocidade ainda é um dos principais motivos para acidentes, seja com caminhões, seja com carros de passeio.

As vias urbanas e rodovias não são pistas de corrida e os limites de velocidade existem exatamente para manter a segurança. Em caso de situações que exigem uma reação rápida, o excesso de velocidade atrapalha no tempo de reação e a frenagem não consegue ser feita a tempo. Por isso, é importante obedecer a velocidade média permitida em cada trecho.

2 – Ultrapassagens perigosas

Muitos acidentes ocorrem justamente durante manobras perigosas, principalmente em locais de risco, como curvas, subidas e pontes. Entre as ações que podem causar acidentes em ultrapassagens estão as quebradas de asa, o desrespeito à faixa continua em pistas simples e a desatenção ao mudar de uma faixa para outra.

3 – Rodar grandes distâncias sem interrupções

Muitas vezes, os motoristas precisam cumprir prazos curtos, o que faz com que dirijam por horas, sem fazer paradas. Isso acarreta uma série de problemas, como exaustão, sono e redução dos reflexos. Além disso, há quem, em alguns casos, use estimulantes e outras drogas para se manter acordado. Todos esses são fatores que colocam em risco não só a segurança do motorista, mas de outros condutores e passageiros.

4 – Excesso de Carga

A lei proíbe excesso de cargas e as empresas devem estar cientes disso. Carregar carga acima da permitida prejudica as condições mecânicas do veículo, além de danificar as estradas e até mesmo o tempo de viagem. Sem contar o risco para o motorista.

5 – Má condição das estradas

Grande parte das estradas brasileiras carecem de infraestrutura adequada. A maioria tem um pavimento de baixa qualidade, buracos, falta de sinalização e má conservação dos acostamentos. Isso aumenta as chances de falhas mecânicas nos veículos e exige ainda mais prudência de quem está na direção.



Meritor solda eixos a laser na fábrica de Osasco (SP)

TECNOLOGIA MERITOR


CAOA retoma produção dos caminhões Hyundai em Goiás

DE VOLTA À PRODUÇÃO


Ford continua negociações para venda da fábrica no ABC

NEGOCIAÇÕES NA FORD

Hyundai e Allison anunciam parceria para produzir caminhões leves automáticos

PARCERIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.