A Mercedes-Benz fechou o mês de julho como a marca líder em vendas de caminhões no Brasil, segundo a Fenabrave, federação que representa os distribuidores de veículos. De acordo com os dados de emplacamentos da entidade, a Mercedes-Benz vendeu, de 1º de janeiro a 31 de julho de 2020, um total de 15.713 caminhões de todas as categorias de peso, partido dos semi-leves e indo até os pesados. Este número representa exatamente um terço de participação de mercado, ou seja, 33,33%.

Entre os mais vendidos

Os modelos Mercedes-Benz estão entre os mais vendidos em todas as categorias. As vans e furgões Sprinter lideram os semi-leves com a Sprinter 416 em primeiro lugar, com 755 emplacamentos, e a 415 em segundo, com 629 emplacamentos. O quarto e o quinto lugares desta categoria também trazem modelos Sprinter, o 516 e 515.

Entre os leves, o Accelo da Mercedes ocupa a segunda e a terceira colocação dos mais vendidos. O Accelo 815 está em segundo, com 1.201 unidades emplacadas em 2020 e o Accelo 1016 está em terceiro, com 1.141 emplacamentos.

Na categoria dos caminhões médios, o Atego 1419 da Mercedes-Benz está em segundo lugar nos mais emplacados, com 399 unidades. Na mesma categoria, o Accelo 1316 ocupa a quinta colocação, com 253 emplacamentos.

Semi-pesados e pesados

Nos semi-pesados, a Mercedes-Benz aparece em segundo lugar nos mais vendidos com o Atego 2426, que teve 1.302 emplacamentos. No terceiro lugar, o Atego 1719 teve 1.193 emplacamentos.

Na categoria acima de 40 toneladas de PBT, os pesados, a Mercedes-Benz aparece entre os mais vendidos com os caminhões Actros e Axor. Na quinta colocação, o Actros 2651 aparece com 1.642 unidades emplacadas. Em sétimo, o Actros 2546 teve um desempenho de 939 vendas em 2020 até agora e, na nona e na décima colocações, aparecem o Axor 3344, com 881 vendas e o Axor 2544 com 846 unidades emplacada.

Variação do mercado

No mês de julho, o mercado de caminhões brasileiro emplacou um total de 9.522 unidades. Em julho do ano passado, foram 9.000 unidades. Isso representa um crescimento de 5,8% de 2019 para cá. No acumulado do ano, o Brasil já vendeu 47.148 caminhões. Em comparação com os 55.865 caminhões do acumulado de julho do ano passado, o mercado nacional de caminhões teve uma queda de 15,6%.

Fonte: Fenabrave

Redação Planeta Caminhão


Caminhões Constellation recebem nova transmissão automatizada nos modelos 24.330, 30.330, 19.360 e 25.360

IVECO amplia portfólio de serviços em 2020 com foco nos clientes

Mercedes-Benz patrocina Caravana de Natal da Coca-Cola 2020.

Mercedes-Benz do Brasil recebe o reconhecimento como a fabricante de caminhões mais inovadora do mercado brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.