A Mercedes-Benz caminhões anunciou na manhã desta sexta-feira (31) um balanço da montadora em 2019 e as previsões para 2020.

montadora

A empresa liderou pelo 4 º ano consecutivo a venda de caminhões no país, com 29.951 unidades vendidas. O segmento de extrapesados foram o carro chefe da montadora durante o ano, registrando 57% das vendas da montadora. Na sequência os semipesados, com 23%, e os segmentos de médios e leves, que juntos figuram com 20% das vendas.

O Actros 2651 foi o principal modelo da Mercedes, com 3.700 unidades vendidas, 21% a mais do que em 2018, quando foram vendidas 3.060 veículos.

Entre os principais setores responsáveis pelas vendas da montadora estão o setor de logística, com 61% do mix de caminhões, seguido pelo agronegócio, com 24%, e da construção, com 15%. Este último, inclusive, é colocado pela empresa como um dos maiores desafios de 2020, já que há a expectativa de que o setor cresça durante o ano.

“Em construção, a gente tem claros indícios de que começa a voltar. E, aí, nós temos dois tipos de construção. Um que é a construção de apartamentos, casas e moradias. E vai começar a aparecer os grandes investimentos em infraestrutura. Eles devem começar a sair do papel e as grandes e médias empresas vão começar a se organizar pra saber quem vai fazer essa infraestrutura e a Mercedes-Benz está muito atenta para esse segmento”, afirmou Roberto Leoncini, vice-presidente de vendas e marketing caminhões e ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

A empresa também celebrou o crescimento em serviços e conectividades, que alcançou no último ano a marca de 12 mil caminhões conectados no Brasil e 78.600 veículos no Mercedes Club.

Expectativa para 2020

Para este ano, a empresa pretende manter o ritmo de investimentos que vem fazendo desde 2018, quando anunciou que colocaria R$ 2,4 bilhões em infraestrutura e produtos no país.

Após o desenvolvimento do novo Actros, da fábrica de cabines 4.0 e do futuro centro de testes com a Bosch, em Iracemápolis, a Mercedes-Benz ainda possui R$ 900 milhões para investir até 2022 e pretende, ainda este ano, apresentar três novos produtos, além de dois novos serviços.

Outro ponto em que a montadora deseja se destacar neste ano é no trabalho em parcerias com start-ups, que trarão novas opções e desenvolverão novos conceitos de tecnologia e aprimoramento na produção.

Além disso, a Mercedes-Benz pretende levar a ideia de empresa 4.0 para além da fábrica, com a implementação da ideia em logística, produção de agregados e, também, nos concessionários.

“A digitalização só funciona se todos os elementos da cadeia estão conectados. A ideia a concessionária 4.0 é que ele faz parte dessa conexão”, afirmou Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina.

Segundo ele, um exemplo prático de como funcionará esse processo é, por exemplo, um caminhão que está conectado com o sistema “Up Time”, que avisa o motorista de que o veículo dele precisa fazer uma manutenção. Caso o motorista deseje realizar a revisão ele a concessionária já ficará sabendo e providenciará tudo o que será necessário, para que, quando o veículo chegar ele não fique parado esperando por um diagnóstico ou pelas peças necessárias.

Mercado

A Mercedes-Benz também aguarda um crescimento expressivo no mercado para 2020, com a previsão de venda de 120 mil unidades de caminhões no país durante o ano. Com isso, ela pretende manter a liderança e aumentar a participação dos segmentos de médios e leves, além dos semipesados. Dessa forma, ainda que continue como principal segmento, os extrapesados perderão porcentagem no bolo da empresa.

A montadora aposta que os segmentos do agronegócio, varejo, logística e exportação, bebidas, mineração, combustível e químicos e, principalmente, a construção civil, puxarão as vendas de caminhões durante o ano.


Ford continua negociações para venda da fábrica no ABC

NEGOCIAÇÕES NA FORD

Hyundai e Alisson anunciam parceria para produzir caminhões leves automáticos

PARCERIA

Pesquisa aponta que tabela de fretes afetou oferta de cargas para autônomos

OFERTA DE CARGAS


Trecho de Santa Catarina da BR-101 é arrematado em leilão

LEILÃO DA BR-101

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.