O Brasil já tem seu segundo caminhão elétrico à venda no mercado. O primeiro foi o Volkswagen Delivery elétrico. O lançamento da JAC para o mercado brasileiro é o iEV1200T, caminhão 100% elétrico movido a baterias que tem um torque máximo de 1200 Nm e uma potência equivalente a 177 cavalos. Ele tem Peso Bruto Total de 7,5 toneladas e carga líquida de 4 toneladas, com capacidade para transportar quatro pallets.

Como ele é?

O JAC elétrico de 7,5 toneladas tem um motor que produz 177 cavalos de potência e 1.200 Nm. Mas, como o motor não tem giro, a exemplo dos motores a combustão, o caminhão entrega uma grande quantidade de torque a cada acelerada. Em sua carga máxima de bateria, o caminhão tem uma autonomia de 180 quilômetros carregado com a capacidade máxima: 4 toneladas.

Uma característica da maioria dos veículos 100% elétricos é o freio regenerativo. O caminhão da JAC tem, e ele aproveita as desacelerações para devolver energia para a bateria. Assim, o motor para de consumir e passa a funcionar como um gerador. A fabricante batizou este recurso de i-Pedal.

Tempo de recarga

No sistema de carga lenta, o caminhão pode ser recarregado de 20% até 100% em um período de 11 horas. Como a quilometragem média de um caminhão urbano em grandes centros é abaixo de 100 km, a recarga diária no iEV1200T durará menos de 6 horas no modo carga lenta.

Conectado a um sistema de carregamento rápido em corrente contínua, com um carregador de até 40 kWh, o tempo de recarga máxima cai para apenas duas horas.

Interior sofisticado para um caminhão

Tradicional fabricante de caminhões na China, a JAC Motors desenhou a parte interna do JAC iEV1200T para acomodar confortavelmente o motorista e até dois assistentes. O quadro de instrumentos possui dois grandes mostradores analógicos: “rotação” do motor e velocímetro. Ao centro, o condutor possui mais dados de funcionamento do veículo, como carga restante e temperatura das baterias, além dos hodômetros.

No centro do console, o caminhão tem um tablet de 10 polegadas em posição vertical para espelhamento de celular, bluetooth, navegador e outras configurações.

JAC aposta na eletrificação

No lançamento, a JAC Motors do Brasil apresentou alguns argumentos para mostrar a importância dos veículos elétricos como o futuro do transporte de cargas. Eles fizeram a seguinte conta: um caminhão movido a diesel emite 500g de CO2 por km rodado, o que se transforma em 20 toneladas de CO2 ao ano por percorrer 40.000 km. Ou 100 ton de CO2 em 5 anos. O JAC iEV1200T? Zero. Ao longo de 30 anos, que é a vida útil média dos caminhões no Brasil, cada caminhão tradicional vendido no mercado brasileiro emitirá 600 ton de CO2. O caminhão elétrico emite zero.

Por isso, várias cidades importantes do mundo, como Londres, na Inglaterra, Paris, na França e Berlim, na Alemanha, além de toda a China, estão apostando em restrições para a circulação dos caminhões movidos a diesel para melhorar o ar que as pessoas respiram por lá. E isso vai acabar acontecendo aqui no Brasil também, segundo Sérgio Habib, presidente da JAC.

Redação Planeta Caminhão


L-1635 ATRON: O FIM DE UMA ERA.

Foton lança nova geração de caminhões urbanos

Caminhões Constellation recebem nova transmissão automatizada nos modelos 24.330, 30.330, 19.360 e 25.360

IVECO amplia portfólio de serviços em 2020 com foco nos clientes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.