E após um ano do início da pandemia da COVID-19 no Brasil, o cenário torna-se crítico.

Apesar da adaptação das empresas, envolvendo diversos protocolos de segurança e home-office para colaboradores das áreas administrativas, os níveis de contágio tornaram-se insustentáveis para o país, forçando diversas indústrias a paralisarem suas produções, novamente.

Somente o essencial. E falar de aumento do isolamento um ano após todos já estarem vivendo de forma diferente, não é fácil – mas é o caminho. Para desafogar o sistema de saúde público e privado e preservar nossas vidas e as vidas de quem amamos, os cuidados precisam aumentar ainda mais.

As fábricas da Mercedes-Benz, Volkswagen, Scania e Volvo já aderiram a paralisação da produção. A principio, o retorno está previsto para 5 de abril. Mas pode demorar mais.

A cidade de São Paulo adiantou novamente uma sequencia de feriados com o intuito de desafogamento de leitos.

É um momento de muito cuidado e atenção. Não deixe de seguir as regras: tomem cuidado o máximo que puderem. Se possível, mantenham o distanciamento e o uso de máscara. E não deixe de higienizar suas mãos.

Cuidem-se.

REDAÇÃO PLANETA CAMINHÃO


Mudanças no CTB: exame toxicológico deixou algumas dúvidas. O Planeta Caminhão explica!

Raízen terá frota de 210 caminhões Volvo FH e FMX

Ações de empresas de ônibus para o combate a Covid-19 são divulgadas pela Mercedes-Benz

Foton Motors lança novo pesado em comemoração aos 10 milhões de unidades vendidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.