Na tarde desta terça-feira (03) o governador de São Paulo, João Doria, realizou uma reunião com o empresário Carlos Alberto de Oliveira Andrade, fundador e proprietário do Grupo Caoa, e o presidente da Ford na América do Sul, Lyle Watters, para decidir o possível futuro da fábrica da Ford em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

FÁBRICA DA FORD

No anúncio, feito pelo governador, foi confirmado o interesse do grupo Caoa em assumir a fábrica. A aquisição se dividirá em duas etapas distintas. Nos primeiros 45 dias, as duas companhias acertarão os termos finais do negócio, definindo o valor da transação.

Na segunda fase das conversas, serão anunciados os investimentos e a efetiva confirmação da compra. Os valores não foram anunciados, mas, segundo Doria, “fica muito claro que o grupo Caoa tem a intenção de fechar o negócio manifestada.”

Futuro da fábrica

Por hora, há apenas especulações dos planos da Caoa para a fábrica da Ford no ABC Paulista, mas há indícios de que serão automóveis da própria Chery, marca chinesa de veículos de passeio.

Atualmente, o grupo opera fábricas em Jacareí (SP), onde são produzidos os compactos Caoa Chery QQ, Tiggo 2 e Arrizo 5, e em Anápolis (GO), onde são produzidos os SUVs Caoa Chery Tiggo 5X e 7, além dos Hyundai ix35 e Tucson.

Outra questão em relação às intenções da empresa é que a Caoa já manifestou interesse em nacionalizar a fabricação de automóveis elétricos da Chery.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, uma reunião com a direção da Caoa foi realizada na segunda-feira (2), para tratar de um acordo onde, pelo menos parte, dos 3 mil funcionários demitidos pela Ford no ABC seriam recontratados.


Empresas e entidades fazem campanhas na Semana Nacional do Trânsito

SEMANA NACIONAL DO TRÂNSITO


Truckvan apresenta planos para a Fenatran 2019

TRUCKVAN NA FENATRAN 2019

Ações na Via Dutra alertam para romeiros nas margens da rodovia

ROMEIROS NA VIA

Fenatran 2019 registra aumento na participação do setor de implementos

IMPLEMENTOS EM ALTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.