Na tarde desta terça-feira (03) o governador de São Paulo, João Doria, realizou uma reunião com o empresário Carlos Alberto de Oliveira Andrade, fundador e proprietário do Grupo Caoa, e o presidente da Ford na América do Sul, Lyle Watters, para decidir o possível futuro da fábrica da Ford em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

FÁBRICA DA FORD

No anúncio, feito pelo governador, foi confirmado o interesse do grupo Caoa em assumir a fábrica. A aquisição se dividirá em duas etapas distintas. Nos primeiros 45 dias, as duas companhias acertarão os termos finais do negócio, definindo o valor da transação.

Na segunda fase das conversas, serão anunciados os investimentos e a efetiva confirmação da compra. Os valores não foram anunciados, mas, segundo Doria, “fica muito claro que o grupo Caoa tem a intenção de fechar o negócio manifestada.”

Futuro da fábrica

Por hora, há apenas especulações dos planos da Caoa para a fábrica da Ford no ABC Paulista, mas há indícios de que serão automóveis da própria Chery, marca chinesa de veículos de passeio.

Atualmente, o grupo opera fábricas em Jacareí (SP), onde são produzidos os compactos Caoa Chery QQ, Tiggo 2 e Arrizo 5, e em Anápolis (GO), onde são produzidos os SUVs Caoa Chery Tiggo 5X e 7, além dos Hyundai ix35 e Tucson.

Outra questão em relação às intenções da empresa é que a Caoa já manifestou interesse em nacionalizar a fabricação de automóveis elétricos da Chery.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, uma reunião com a direção da Caoa foi realizada na segunda-feira (2), para tratar de um acordo onde, pelo menos parte, dos 3 mil funcionários demitidos pela Ford no ABC seriam recontratados.


Empresa de mineração recebe nova frota de caminhões pesados

MINERAÇÃO

Truckvan fecha 2019 com faturamento recorde

TRUCKVAN ANUNCIA BALANÇO

Sistema Anchieta-Imigrantes passará por obras durante esta semana

SISTEMA ANCHIETA-IMIGRANTES


Passagens de fauna trazem segurança a animais e motoristas

PASSAGENS DE FAUNA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.