ESCOLAS DO VOLANTE

Existem escolas para caminhoneiros?

A resposta é sim, e o Brasil conta com algumas instituições de tradição com cursos de diversas áreas para os profissionais do volante

A formação de novos motoristas é o combustível que alimenta o motor do transporte rodoviário brasileiro. Os cerca de 2 milhões de caminhoneiros atualmente rodando pelo País dependeram de muitas horas de dedicação e trabalho para estarem em dia com sua profissão, aprenderem o que é necessário para lidar com a estrada.

É claro que os CFCs, Centros de Formação de Condutores, têm um papel fundamental na formação desses motoristas, já que as aulas práticas e teóricas são obrigatórias para se tirar uma nova CNH ou para evoluir de categoria. Mas isso é suficiente para treinar um motorista de caminhão e deixá-lo pronto para a estrada?

A resposta é não. Os Centros de Formação de Condutores cumprem seu papel legal de prover informações e treinamento específico para que o candidato seja capaz de passar nas provas e testes para a obtenção da habilitação. O treinamento para passar nas provas simples de direção e manobra não é suficiente para formar um caminhoneiro de verdade.

Isso porque o caminhoneiro não precisa apenas saber dirigir. Ele precisa saber transportar e isso envolve uma quantidade enorme de outros conhecimentos necessários. Direção segura, direção econômica, primeiros socorros, noções de logística, mecânica, conhecimentos do caminhão… São tantos atributos necessários para se tornar um caminhoneiro profissional que deveria haver escolas especializadas para isso.

Existem escolas para caminhoneiros no Brasil?

Sim! No Brasil, existem algumas escolas dedicadas à formação e reciclagem de motoristas profissionais. Nelas, existem cursos teóricos e práticos e treinamentos por meio de simuladores, que fazem toda a diferença na apresentação de diversos cenários de estrada para o aluno.

O SEST SENAT, a FABET e o Centronor são exemplos de escolas de motoristas de caminhão, uma bancada pelo sistema S do transporte, o SEST SENAT, e as outras provenientes da iniciativa privada.

Os cursos vão desde o básico, para a formação do motorista, até os avançados, com módulos para reciclagem e reinserção de conhecimentos.

SEST SENAT

O SEST SENAT, que é o serviço social e de aprendizagem do transporte, é uma entidade mantida pelo Sistema S, ou seja, pelos trabalhadores do setor. Eles têm uma grande variedade de cursos online, mas o destaque é a Escola de Motoristas Profissionais.

Lá, o curso completo tem conteúdos de tecnologias embarcadas, relações pessoais no trabalho, análise e leitura de disco de tacógrafo, procedimentos operacionais e condução segura e econômica. Para saber mais e se inscrever na Escola de Motoristas Profissionais do SEST SENAT, entre no site: http://www.sestsenat.org.br/Paginas/escola-motoristas

FABET

A Fabet, ou Fundação Adolpho Bósio de Educação no Transporte, tem matriz em Santa Catarina e uma unidade em São Paulo. Na unidade paulista, eles oferecem cursos de treinamento de direção, liderança e o programa Caminhão Escola, que tem um curso completo de formação de transportador rodoviário de cargas. O telefone deles é 11 – 4708-1784.

Centronor

O Centronor é uma central de formação de motoristas lá de Vacaria no Rio Grande do Sul. Eles têm cursos de qualificação de motoristas que focam na direção segura e econômica e, além da estrutura física no Sul, oferecem também cursos a distância com muitos conteúdos úteis para os caminhoneiros. Acesse o site para saber mais: http://www.centronor.com.br/

Leonardo Andrade – Editor-chefe do Planeta Caminhão

leonardo@planetacaminhao.com.br


Empresas de energia paulistas recebem 100 novos caminhões VW

GRANDE VENDA DA VW

História de um ícone: o “Mercedinho” 608

O CLÁSSICO MERCEDINHO

Nova Geração Scania já tem primeiro grande cliente

NOVA GERAÇÃO SCANIA

Volvo FH chega aos 25 anos com série especial

25 ANOS DO VOLVO FH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *