O fim de semana em Goiânia foi pura emoção na terceira e quarta etapas da Copa Trucks. Os caminhões aceleraram no autódromo da capital de Goiás, que leva o nome do campeão Ayrton Senna e ostenta a maior reta do Brasil, com 1.000 metros de extensão.

A primeira corrida, no sábado, teve o atual campeão, Beto Monteiro, da equipe RM Competições VW, como vencedor. Apesar do calor, os caminhões da VW suportaram bem e Beto chegou em primeiro, superando Wellington Cirino, com caminhão Mercedes-Benz da equipe AM e Felipe Giaffone, com o Iveco da Usual Racing.

O susto da primeira corrida do sábado foi com o showman Roberval Andrade, que teve problemas na turbina de seu caminhão Mercedes-Benz e abandonou a prova em chamas.

Altas temperaturas

Na segunda corrida do sábado, com a alta temperatura em Goiânia, aconteceu o esperado: na largada, Adalberto Jardim, com o caminhão Reman Brasil, teve problema de motor quando estava na terceira posição e abandonou, assim como vários outros caminhões. Somente seis completaram a prova. Beto Monteiro venceu mais uma vez, seguido por seu companheiro de equipe VW Jô Augusto em segundo e por Luiz Lopes, com seu Iveco estilo militar, em terceiro. No pódio da corrida final do sábado subiram também Djalma Pivetta, da Iveco, em quarto, e Glauco Barros, com caminhão Volvo, em quinto.

RESULTADOS DO SÁBADO (15/08)

Corrida 1

  1. Beto Monteiro (Volkswagen), 10 voltas em 21min07s362
  2. Wellington Cirino (Mercedes), a 5s555
  3. Felipe Giaffone (Iveco), a 7s154
  4. André Marques (Mercedes), a 7s671
  5. Rafael Lopes (Volkswagen), a 8s244
  6. Adalberto Jardim (Protótipo), a 11s426
  7. Jô Augusto (Volkswagen), a 12s430
  8. Débora Rodrigues (Mercedes), a 18s609
  9. Luiz Lopes (Iveco), a 18s681
  10. Djalma Pivetta (Iveco), a 20s879
  11. Fábio Fogaça (Protótipo), a 21s088
  12. Glauco Barros (Volvo), a 24s542
  13. Evandro Camargo (Mercedes), a 25s009

Não completaram 75% da prova
Raphael Teixeira (Protótipo), a 4 voltas
Pedro Paulo (Mercedes), a 4 voltas
Roberval Andrade (Mercedes), a 6 voltas
Alexandre Navarro (Mercedes), a 6 voltas
Daniel Kelemen (Mercedes), a 6 voltas
Valmir Benavides (Iveco), a 8 voltas
Paulo Salustiano (Volkswagen), a 8 voltas

Melhor volta: 1min49s041, Beto Monteiro

Corrida 2

  1. Beto Monteiro (Volkswagen), 11 voltas em 21min15s442
  2. Jô Augusto (Volkswagen), a 1s136
  3. Luiz Lopes (Iveco), a 4s179
  4. Djalma Pivetta (Iveco), a 32s398
  5. Glauco Barros (Volvo), a 48s414
  6. Rafael Lopes (Volkswagen), a 1min23s678

Não completaram 75% da prova
André Marques (Mercedes) a 8 voltas
Felipe Giaffone (Iveco) a 8 voltas
Daniel Kelemen (Mercedes), a 8 voltas
Debora Rodrigues (Mercedes), a 9 voltas
Wellington Cirino (Mercedes), a 10 voltas
Adalberto Jardim (Protótipo) a 11 voltas
Evandro Camargo (Mercedes), a 11 voltas
Fábio Fogaça (Protótipo), a 10 voltas
Raphael Teixeira (Protótipo), a 11 voltas
Pedro Paulo (Mercedes), a 11 voltas
Roberval Andrade (Mercedes), a 11 voltas
Alexandre Navarro (Mercedes), a 11 voltas
Valmir Benavides (Iveco), a 11 voltas
Paulo Salustiano (Volkswagen), a 11 voltas
Melhor volta: 1min52s775, Rafael Lopes

Um domingo de corrida em Goiás

No domingo, os caminhões voltaram à pista e o espetáculo pôde ser curtido por parte do público, graças ao sistema de drive-in que a Copa Truck implementou, permitindo que pessoas em seus carros entrassem no autódromo para assistir às corridas.

Na pista, a primeira corrida teve a primeira vitória da carreira de André Marques, com Mercedes-Benz, na Copa Truck. O pernambucano campeão Beto Monteiro chegou em segundo lugar com seu Volkswagen, seguido por seu companheiro de equipe Jô Augusto. Em quarto, o campeão de 2018, Roberval Andrade, de Mercedes-Benz, e, em quinto, Débora Rodrigues, também de Mercedes, que correu com o número 9 em homenagem a seu marido, Renato Martins, que passa por um problema de saúde e não pôde ir a Goiânia. Roverval Andrade registrou a melhor volta da corrida 1 do domingo, com o tempo de 1min49s164

Na segunda corrida, com o grid invertido, o piloto da VW Paulo Salustiano aproveitou a primeira posição e liderou de ponta a ponta, ameaçado apenas por Roberval Andrade, que chegou em segundo lugar, conquistando mais um bom resultado nesta temporada. Wellington Cirino, em terceiro, André Marques, em quarto, os dois de Mercedes, e Djalma Pivetta, com caminhão Iveco, completaram o pódio da segunda corrida de domingo.

RESULTADOS DO DOMINGO (16/08)

Corrida 1

  1. André Marques (Mercedes), 11 voltas em 21min38s975
  2. Beto Monteiro (Volkswagen), a 0s692
  3. Jô Augusto (Volkswagen), a 8s359
  4. Roberval Andrade (Mercedes), a 8s589
  5. Débora Rodrigues (Mercedes), a 9s657
  6. Wellington Cirino (Mercedes), a 12s488
  7. Pedro Paulo (Mercedes), a 24s866
  8. Paulo Salustiano (Volkswagen), a 24s947
  9. Djalma Pivetta (Iveco), a 26s499
  10. Luiz Lopes (Iveco), a 31s002
  11. Fábio Fogaça (Protótipo), a 44s194
  12. Evandro Camargo (Mercedes), a 45s212
  13. Daniel Kelemen (Mercedes), a 57s568
  14. Glauco Barros (Volvo), a 1min03s001

Não completaram 75% da prova
Valmir Benavides (Iveco), a 7 voltas
Felipe Giaffone (Iveco), a 8 voltas
Rafael Lopes (Volkswagen), a 8 voltas
Raphael Teixeira (Protótipo), a 9 voltas
Adalberto Jardim (Protótipo), não largou
Alexandre Navarro (Mercedes), não largou

Melhor volta: 1min49s164, Roberval Andrade

Corrida 2

  1. Paulo Salustiano (Volkswagen), 11 voltas em 20min50s172
  2. Roberval Andrade (Mercedes), a 1s164
  3. Wellington Cirino (Mercedes), 6s294
  4. André Marques (Mercedes), a 9s673
  5. Djalma Pivetta (Iveco), a 47s803
  6. Evandro Camargo (Mercedes), 1min08s105
  7. Glauco Barros (Volvo), a 1min16s332
  8. Beto Monteiro (Volkswagen), a 2 voltas
  9. Jô Augusto (Volkswagen), a 2 voltas
  10. Daniel Kelemen (Mercedes), a 3 voltas

Não completaram 75% da prova
Fábio Fogaça (Protótipo), a 9 voltas
Luiz Lopes (Iveco), a 9 voltas
Débora Rodrigues (Mercedes), a 9 voltas
Pedro Paulo (Mercedes), a 10 voltas
Valmir Benavides (Iveco), não largou
Felipe Giaffone (Iveco), não largou
Rafael Lopes (Volkswagen), não largou
Raphael Teixeira (Protótipo), não largou
Adalberto Jardim (Protótipo), não largou
Alexandre Navarro (Mercedes), não largou

Melhor volta: 1min51s810, Paulo Salustiano

Classificação final da Segunda Copa

  1. Beto Monteiro, 68 pontos
  2. Jô Augusto, 54
  3. André Marques, 50
  4. Wellington Cirino, 48
  5. Djalma Pivetta, 44
  6. Luiz Lopes, 35
  7. Glauco Barros, 34
  8. Roberval Andrade, 32
  9. Paulo Salustiano, 30
  10. Débora Rodrigues, 27
  11. Rafael Lopes, 25
  12. Evandro Camargo, 25
  13. Felipe Giaffone, 18
  14. Fábio Fogaça, 18
  15. Adalberto Jardim, 14
  16. Pedro Paulo, 13
  17. Daniel Kelemen, 13
  18. Valmir Benavides, 0
  19. Raphael Teixeira, 0
  20. Alexandre Navarro, 0

Redação Planeta Caminhão


L-1635 ATRON: O FIM DE UMA ERA.

Foton lança nova geração de caminhões urbanos

Caminhões Constellation recebem nova transmissão automatizada nos modelos 24.330, 30.330, 19.360 e 25.360

IVECO amplia portfólio de serviços em 2020 com foco nos clientes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.