Neste domingo (18) a Copa Truck iniciou a terceira copa da temporada 2019 em Santa Cruz do Sul (RS). As provas, que tiveram vitórias de Beto Monteiro e Paulo Salustiano, contaram com problemas mecânicos, batidas e polêmicas.

Beto Monteiro e Salustiano levaram a melhor em Santa Cruz do Sul

Beto Monteiro largou na pole na prova 1 e, com muita habilidade, se manteve na ponta até o fim da prova, segurando a pressão de Leandro Totti e Paulo Salustiano, que atacaram o piloto durante toda a corrida.

Com a vitória, o piloto da Volkswagen chegou ao lugar mais alto do pódio pela quinta vez no ano, em dez corridas realizadas, e se colocou como um dos principais concorrentes ao título da grande final.

“Realmente sofremos um pouco no fim de semana, somamos nossa primeira pole no ano, o caminhão se comportou muito bem nessa primeira parte da corrida. Este é meu melhor ano profissionalmente e está sendo fantástico. Busquei somar o máximo de pontos, mas não consegui render na segunda corrida. Mesmo assim, saio animado daqui”, comentou o piloto pernambucano da Volkswagen.

A corrida ainda contou com muitos contatos e problemas técnicos, fazendo com que muitos não concluíssem a prova, como a piloto da Mercedes-Benz, Débora Rodrigues que lamentou ter sido tirada da prova.

“Tem gente que não sabe disputar posição na boa, especialmente quando está disputando comigo. Mas, vamos para a próxima e buscar um bom resultado já pensando na última copa”, contou Débora.

A primeira prova terminou com Beto Monteiro, em primeiro, seguido de Leandro Totti, Paulo Salustiano, Wellington Cirino, Renato Martins, André Marques, Felipe Giaffone e Régis Boessio, fechando os oito primeiros, que largaram com o grid invertido na prova dois.

Corrida 2

Na segunda corrida o piloto da casa, Régis Boessio, largou na ponta e bem que tentou, mas não foi páreo para os concorrentes e foi desabando na tabela após a terceira volta.

Daí pra frente, Felipe Giaffone e Paulo Salustiano dominaram o espetáculo e protagonizaram o momento mais polêmico do fim de semana.

Em uma disputa dura, com direito a um enrosco no fim da reta principal, Salustiano conseguiu efetuar a ultrapassagem após os dois esparramarem para a área de escape da curva 1. Giaffone não escondeu a insatisfação pelo incidente, enquanto Salustiano seguiu livre para somar seu terceiro triunfo neste ano.

“Estou emocionado e feliz com essa vitória. Foi uma batalha difícil. Tentei ultrapassá-lo, acabamos nos enroscando, mas deu tudo certo e a equipe está de parabéns. Agora é comemorar!”, comentou Salu, que sai de Santa Cruz do Sul como maior pontuador e líder da Terceira Copa com 36 pontos, cinco a mais que Totti, quinto na prova 2.

O pódio final da corrida dois teve Salustiano no topo, seguido de Felipe Giaffone, André Marques, Wellington Cirino e Leandro Totti.

A decisão da terceira copa do ano acontece daqui duas semanas, em Rivera, no Uruguai, única prova internacional do ano.


Caminhões pesados Iveco vão ganhar conectividade e novo visual para a linha 2021

IVECO CONECTADO

Mercedes-Benz lança edição especial do Actros com motorização de 625 cavalos

EDIÇÃO ESPECIAL DO ACTROS

Votação na Câmara dá vitória para limite de 40 pontos na CNH

NOVAS REGRAS PARA A CNH

Volvo FH Unlimited Edition dá adeus à velha geração do FH na Europa

EDIÇÃO ESPECIAL FH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.