A Mercedes-Benz realizou nesta terça-feira (28) uma apresentação da operação do Accelo automatizado na Jamef, transportadora de cargas fracionadas. A empresa utiliza a versão média do 1316 6×2 e a leve do 1016, ambos com o câmbio automatizado. Os dois veículos são utilizados no serviço de entregas urbanas de encomendas urgentes e nas operações de transferência de cargas entre suas unidades.

A Jamef, que conta com uma frota de 630 caminhões próprios, além de mais de 300 agregados, atualmente conta com 4 Accelos automatizados e já comprova alguns benefícios na utilização do veículo.

De acordo com Michael de Oliveira, Diretor de Operações da Jamef, o ganho no consumo de combustível tem sido em torno de 6,5% com o câmbio automatizado. Ele também destaca que o veículo traz outros benefícios, à empresa e aos empregados.

“Há uma melhora no consumo, trazendo economia para a nossa operação de transporte. Além disso, essa tecnologia demanda menor custo de manutenção. Já o motorista ganha em conforto de dirigibilidade, melhor performance e produtividade”, afirma Michael.

Nova tendência

Atualmente utilizado em 100% dos caminhões pesados e extra-presados, além de já estar presente em quase metade dos semi-pesados, o câmbio automatizado ainda não é um item muito utilizado no segmento de leves e médios. Pensando nisso, a Mercedes investiu em uma parceria com a Eaton para criar o novo câmbio automatizado para o Accelo.

Segundo Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil, pouca gente olhava para o segmento de leves com a intenção de trazer inovações.

“Nós sempre olhamos como um segmento onde o motorista está sobre constante stress. A partir do momento que ele sai da coleta e vai para a entrega, ele precisa estar atento a todo momento com trânsito pesado, rota, tempo e essa operação de troca de marchas é rude para o motorista. Dessa forma, pensamos em fazer uma integração de um câmbio automatizado com o nosso veículo e que trouxesse segurança para o caminhoneiro durante o trabalho de entrega urbana”, afirma Leoncini.

O câmbio automatizado sem pedal de embreagem é um item opcional do Accelo, que continua contando com a versão de câmbio manual. Para o 815 está disponível o modelo Eaton 6106A. Para o 1016 e o 1316 é a versão Eaton 6206A. Estes câmbios de 6 marchas se caracterizam pelo ótimo escalonamento de marchas, com primeira reduzida de 6,20 e última marcha com overdrive 0,78, combinando excelente partida em rampa e altas velocidades operacionais, tornando os caminhões aptos para trafegarem no intenso tráfego urbano, assim como em rodovias.

Outro ponto de destaque sobre os câmbios automatizados, além do conforto ao motorista e a economia de combustível, é a durabilidade. Segundo a Mercedes-Benz, o câmbio automatizado prolonga a vida útil da embreagem em pelo menos duas vezes, reduzindo o custo operacional do veículo.

Atrair novos motoristas

Para Leoncini, o Accelo automatizado atrairá mais motoristas para o setor de entregas urbanas, em razão do conforto proporcionado. “Nós entramos agora em uma nova etapa da distribuição urbana, onde o motorista precisa se preocupar apenas com a roteirização, o rastreamento, o cliente, além de entregar eficiência no consumo de combustível. Creio que o operador de distribuição urbana vai ter mais vantagens em atrair o motorista para essa aplicação. Já que com menos stress, o caminhão ficará mais atrativo para esse profissional”, apontou.

A busca por novos colaboradores também foi salientada por Michael de Oliveira, da Jamef. Para ele, a inserção de veículos automatizados na frota ajuda a formar novos motoristas, equalizar a qualidade do trabalho e gerar mão de obra com qualificação. Esses pontos, inclusive, incentivaram a transportadora a programar a renovação da frota utilizando veículos com o novo câmbio.

O Accelo automatizado está disponível para o público desde abril deste ano e, segundo Leoncini, por um custo de R$ 5 mil a mais do que a versão com câmbio manual.



Volvo busca veículos antigos para comemorar 40 anos no Brasil

VOLVO 40 ANOS


Vilhena (RO) ganha nova unidade do SEST SENAT

SEST SENAT VILHENA

Metalesp apresenta nova linha de basculantes com três configurações

BASCULANTES METALESP

Após um ano de testes no transporte de bebidas, e-Delivery tem bons resultados

E-DELIVERY EM AÇÃO
3 Respostas para Accelo automatizado é apresentado em operação com distribuidora
  1. Só que o acelo 1316 automatizado custa 205 mil ! É caro para um 3/4 !

  2. Agora é esperar a VW apresentar os deliverys com câmbio automatizado e capaz do preço diminuir

  3. […] caminhão leve Accelo 1016 com câmbio totalmente automatizado será um dos destaques da Mercedes-Benz aos clientes da […]


[topo]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.