Estão em funcionamento, em 12 praças de pedágio no interior paulista, radares de velocidade que multam motoristas que passam a mais de 40km/h nas cabines de cobrança automática.aulista.

Os três primeiros foram implantadas em fevereiro, na rodovia SP-255, no trecho operado pela concessionária ViaPaulista. Eles ficam no km 117, em Boa Esperança do Sul, km 165, em Jaú, e no km 331, na cidade de Coronel Macedo.

As demais foram validadas pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem) e passaram a multar no mês passado. Elas ficam nas rodovias SP-255 (kms 229 e 306), SP-330 (km 405), SP-322 (kms 327,5 e 361,4) e SP-333 (kms 234,27; 315,15; 354,37 e 449,76).

Segundo a Artesp, agência reguladora das concessões de rodovias e transportes do estado, o respeito à velocidade máxima nas praças de pedágio pode evitar acidentes. Em nota, agência diz que “quando o veículo se aproxima em alta velocidade da pista de pedágio automático, não há tempo hábil para que o motorista consiga realizar a frenagem caso o veículo à frente reduza a velocidade ou pare por causa da não abertura da cancela, o que pode ocasionar colisão traseira”.

Ainda de acordo com a agência, a implantação das chamadas lombadas eletrônicas nessas pistas de pedágio automático é uma exigência dos contratos de concessão mais recentes.

Para o consultor de engenharia de trânsito Horácio Figueira, a medida é muito boa, “até o dia que o motorista aprender a ler a placa do limite de velocidade e obedecer”.

Ele destacou que, se algum carro passar pelo pedágio automático, tiver problema, a cancela não subir e ele tiver que parar, se o de trás vier em alta velocidade pode provocar um acidente grave. “É altamente saudável ter essa fiscalização.”



Fenatran terá presença do caminhão mais rápido do mundo

IRON KNIGHT NA FENATRAN


Fluxo de veículos pesados nas rodovias concessionadas do país

FLUXO NAS RODOVIAS CRESCE

Atraso em obras causa queda na tarifa de pedágio de rodovias concessionadas

ATRASOS EM OBRAS


Anunciada a retomada da pavimentação da BR-156/AP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.